sexta-feira, 26 de junho de 2009

Almoço de inauguração

Dia de inauguração da construção de uma casa. Casas haverá muitas, mas esta é um lar-doce-lar. De meus primos Antero, Lídia e de seus filhos Helena e Victor.
Na foto: À mesa, pessoas que se queriam bem. Matança de porco e uma sopa que valia por muitos condutos, como alguém lá referiu. Foi numa Páscoa, nos anos 80 do século passado, se a memória não me prega a partida.
Olhando bem, verifico que alguns deles já não estão entre nós, só na nossa lembrança preduram. São eles: Primos Ti Carlos, sua mulher Ti Amada e o genro Daniel, marido da Prima Florinda. Os dois primeiros por antiguidade. O terceiro por acidente. Recordo-os com saudade.

Sem comentários:

Publicar um comentário